Lula candidato “sim ou sim” – o inadiável enfrentamento do golpe do Judiciário

A questão do enfrentamento do Judiciário – i.e.: caso se queira, efetivamente, parar o Golpe! – é “quando”. E não “se”! De que adianta, tal qual a lagartixa, seguir permitindo que o Judiciário continue a devorar pedaços da cauda do PT – dos quais a sigla prontamente se despede buscando, em fuga apressada, sobreviver (Dirceu, Genoíno, João Paulo Cunha, Vaccari, Palocci, entre outros) – se o predador agora mira, inarredavelmente, a cabeça e o coração do réptil: Lula? Novamente: o Judiciário – patrocinado pelos EUA e pela Finança – não atacam a pessoa física de Lula, mas sim a sua obra! É evidente – ou, ao menos, deveria ser – que tão logo destrua a cabeça e o coração, o Judiciário triturará todos os membros remanescentes do animal. Certificar-se-á, assim, de que não haverá, em nenhuma hipótese, reprodução da antiga lagartixa por “brotamento” a partir das patinhas que restaram. Ora, já não estão atrás de Gleisi, Jacques Wagner e até mesmo de Fernando Haddad? Portanto, o PT – e a obra de Lula – só sobreviverão se o Judiciário for parado. A única chance discernível de o Partido lográ-lo é com a última – mas poderosa – cartada que lhe resta na mão: a do “impasse institucional”, com a

Fonte: Lula candidato “sim ou sim” – o inadiável enfrentamento do golpe do Judiciário

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s